Os benefícios sociais acabam sendo muito mais importantes em um momento de crise como esse. Mesmo quem não perdeu o emprego, luta para fechar as contas no final de cada mês, frente à uma inflação galopante. Por conta disso, cada vez mais brasileiros tem se perguntado ‘Como saber se tenho direito ao PIS’?


Como saber se tenho direito ao PIS

Como saber se tenho direito ao PIS? Confira quem tem direito ao abono salarial

O momento que o Brasil enfrenta está bem complicado para todo mundo, já que a inflação se encontra em alta, o clima político é incerto e além tudo, o desemprego está aumentando, o que acaba causando uma grande instabilidade social no país. Assim, os benefícios sociais acabam sendo mais importantes do que nunca, pois, para muitas famílias, eles são fundamentais para o complemento de renda e para que as dívidas não aumentem.

Como saber se tenho direito ao PIS?

Então, saber se você tem direito ao PIS, acaba sendo fundamental para que você planeje melhor o seu orçamento e saiba com que dinheiro possa contar. Continue lendo esse texto para saber, se você tem ou não tem direito ao PIS e o que fazer para adquirir esse direito.

  • Ter cadastro no PIS por pelo menos 5 anos – Para ter acesso ao abono salarial 2016-2017, pago pela Caixa, é necessário que o cidadão tenha inscrição no PIS há mais de 5 anos. A inscrição no PIS é feita quando se emite a carteira de trabalho, no início da carreira profissional;
  • Ter uma média salarial, no ano anterior de no máximo dois salários mínimos por mês – Essa regra serve para garantir que somente os trabalhadores de baixa renda tenham acesso ao benefício – ou seja, as pessoas que realmente mais precisam;
  • Ter tido, no ano anterior, pelo menos 30 dias com carteira assinada – Como o PIS é um benefício essencialmente trabalhista, essa regra garante que somente os trabalhadores tenham acesso ao benefício;
  • Trabalhar para uma pessoa jurídica da iniciativa privada – Essa regra que exclui os servidores públicos da lista de pagamentos do PIS, bem como as empregadas e trabalhadores domésticos.

Como sacar o Abono Salarial

O abono salarial pode ser sacado pelo cidadão em agências da Caixa – tanto pelo atendimento quanto pelo caixa eletrônico, ou por lotéricas conveniadas. Para sacar o seu abono salarial, é necessário portar um documento de identidade com foto, bem como o seu cartão cidadão.

O cartão cidadão é um documento emitido gratuitamente em agências da Caixa Econômica Federal. Para emitir o seu cartão, é necessário que você leve:

  • Um documento de identidade com foto;
  • O número do PIS – presente na sua carteira de Trabalho.

A emissão do cartão pode levar até 30 dias, dependendo da sua região, por isso é importante que você fique atento para não perder o prazo de saque do seu abono salarial.

Para consultar o valor do abono salarial, acesse o Portal do Cidadão Caixa. Lá você confere o valor e a data de pagamento do seu PIS 2017.

Qual o valor do PIS?

Segundo a lei brasileira, o benefício do PIS tem o valor fixado em 1 salário mínimo, pago anualmente ao trabalhador que se enquadre em todas as regras citadas acima. Porém vale ressaltar que, como o calendário do PIS é dividido em 2 partes, a primeira sendo liberada a partir de Julho, e a segunda a partir de Janeiro do ano seguinte, o valor do abono salarial possui uma variação em seu valor, já que no início de Janeiro costuma ser atualizado o valor do Salário mínimo.

Se você recebe o PIS entre julho e dezembro desse ano, o PIS tem o valor do salário mínimo atual, mas se você receber entre janeiro e março do ano que vem, seu PIS já possui o valor reajustado para o novo salário mínimo.

ATENÇÃO: Se seu PIS for liberado esse ano, não adianta deixar para sacar só no ano que vem para ter o valor reajustado, porque o valor do PIS corresponde à data de liberação do pagamento, e não à data do saque do mesmo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...